Buscar

Palavra pode voar?

Palavra pode voar?

Palavra sempre foi um lugar de potência, na minha perspectiva.

Já reparou em “quem está com a palavra”? Ou já notou o tom de quem avisa “não coloque palavras na minha boca”?

Eu gosto muito do “palavreado baixo”... tem uma intensidade genuína.

Caça palavras bem que poderia ser uma profissão.

Palavras cruzadas poderia ser um bom nome para descrever a sensação de ouvir o som de uma praça de alimentação.

Palavrão é gostoso de falar, ainda mais aqui em Salvador.

Agora pensa comigo: faz muito mais sentido jogar conversa dentro do que jogar conversa fora, você não acha?

A palavra de Deus, na verdade são várias... o dito cujo tem uma bibliografia exteeensa, com muitas interpretações e em línguas diferentes.

Por falar nisso, adoro quando a palavra está na ponta da língua mas só sai da boca três dias depois!

Fico imaginando quais serão as minhas últimas palavras e o que é que vão fazer com elas.

Quando alguém te der a palavra, você deve aceitar e fazer bom uso.

E se, por acaso, pedirem para ter uma palavrinha com você, tome cuidado.

A palavra salva, mas às vezes pode matar.

Pesar ou medir as palavras é algo pra ser feito com frequência.

Será que palavra pode voar? Olhando por essa perspectiva, não me soa nada mal ser alguém de palavra.

Arte, criatividade e textões | murais | colagens | ilustrações | Salvador
todos os direitos reservados | por juliana pina | cnpj: 26.390.809/0001-60